Roedor da Austrália é primeira espécie de mamífero extinta por mudança climática



em 03/04/2019 às 14:03 hs

 

Roedor da Austrália é primeira espécie de mamífero extinta por mudança climática

O Bramble Cay Melomys, um pequeno roedor da ilha Bramble Cay, foi exterminado pela elevação do nível do mar.

É oficial: a mudança climática ocasionou sua primeira extinção junto aos mamíferos. Esta semana, o governo australiano declarou extinto um pequeno roedor chamado Bramble Cay melomys (também conhecido como o rato de cauda de mosaico Bramble Cay, Melomys rubicola). O anúncio estava perdido em um comunicado de imprensa sobre a promulgação de proteções mais fortes para outras espécies ameaçadas de extinção. Ele vem três anos depois de uma declaração mais detalhada do governo estadual de Queensland, que por sua vez seguiu uma busca exaustiva de qualquer evidência da existência da espécie.

Os melomys de Bramble Cay viviam em um único habitat, uma pequena ilha de recifes no extremo norte da Grande Barreira de Corais, perto de Papua Nova Guiné. A ilhota arenosa - que mede apenas 335m pés por 152m e sobe apenas 90cm acima do nível do mar - tem sido, nos últimos anos, atingida por tempestades de eventos climáticos extremos. As águas pesadas teriam varrido cerca de 97% da vegetação da massa de terra - a única fonte de comida do melomys. De acordo com o relatório de 2016, a última pessoa que confirmou ter visto um Bramble Cay Melomy vivo foi um pescador que avistou um no final de 2009. Agora parece possível que aquele poderia ter sido o último membro sobrevivente da espécie.

O Bramble Cay melomys já foi descrito como relativamente comum, mas final do século 20 deixou de ser facilmente vistos. Uma pesquisa de 1998 estimou a população em 93 indivíduos, abaixo das “centenas” duas décadas antes. Pesquisas adicionais em 2002 e 2004 identificaram apenas 10 e 12 ratos, respectivamente, segundo relatos publicados em um plano de recuperação de 2008 para a espécie. Esse plano, que agora parece dolorosamente presciente, chamou a atenção para o aumento do nível do mar, inundações e erosão costeira como ameaças potenciais.

Infelizmente, pouco foi feito sobre o plano de recuperação de 2008, e essas ameaças se tornaram muito reais. Tim Beshara, diretor de política federal para a Wilderness Society, disse ao Sydney Morning Herald que o plano nunca foi concluído ou posto em prática.

O anúncio do governo australiano não deveria ser uma surpresa. Quando Queensland anunciou que a extinção era provável, em 2016, eles identificaram “mudanças climáticas induzidas pelo homem como a causa raiz da perda dos melomys de Bramble Cay” - um fato captado nas manchetes na época em todo o mundo.

Agora essas manchetes estão se repetindo. Até mesmo a Fox News noticiou a extinção dos melomys em um artigo alertando sobre a "bomba-relógio" que o derretimento da Antártica representará para a região. Talvez esta segunda declaração da extinção dos pequenos mamíferos finalmente inspire atenção suficiente para evitar a perda de espécies semelhantes - ou, pelo menos, dar um empurrão aos governos para mobilizar esforços de proteção antes que seja tarde demais.

John R. Platt

Fonte: Scientific American Brasil

Acesso: https://www2.uol.com.br/sciam/noticias/roedor_da_australia_e_primeira_especie_de_mamifero_extinta_por_mudanca_climatica.html

 



Deixe seu Comentário


 topo

Seja visto por centenas de pessoas diariamente

Cadastre-se agora mesmo em nosso guia comercial, conheça agora mesmo nossos planos !